Auxílio Emergencial: PAGAMENTO para novos grupos é realizado hoje; confira os beneficiários

Confira as últimas novidades do auxílio emergencial

0

A Caixa Econômica Federal segue com os pagamentos da terceira parcela do auxílio emergencial 2021, e nesta quarta-feira (23), contempla os trabalhadores nascidos em maio, para aqueles que fizeram o cadastro pelo site ou aplicativo, que estão no Cadastro Único e não fazem parte do Bolsa Família.

Além disso, recebem também os inscritos no Programa Bolsa Família (PBF) com Número de Identificação Social (NIS) com o dígito final 5. O recebimento do benefício é realizado da mesma forma e nas mesmas datas do benefício regular para quem recebe o Bolsa Família.

O valor médio do benefício será de R$ 250, variando de R$ 150 a R$ 375, a depender do perfil do beneficiário e da composição de cada família. Dessa forma, as famílias em geral recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher recebe R$ 375; as pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Posso ter o auxílio cancelado?

O governo faz avaliações mensais, durante todos os meses em que o pagamento do auxílio estiver vigente, no intuito de analisar quem continua atendendo aos requisitos do programa. Em outras palavras, é necessário não apenas ter sido aprovado na DataPrev quando o auxílio emergencial 2021 teve o seu início, mas sim é preciso passar por todas essas avaliações mensais.

Como movimentar o valor recebido?

Quando do crédito do valor da parcela, é possível movimentar este saldo apenas de forma digital, ou seja, deve-se utilizar o aplicativo Caixa Tem para pagar contas e boletos, usar o cartão de débito virtual ou o QR Code para efetuar compras ou transferir por Pix para contas de outras titularidades. A liberação para saque em espécie ocorre em data distinta, cerca de 3 a 4 semanas após a data do crédito.

Em contraponto, para os beneficiários do Programa Bolsa Família que estão incluídos no auxílio emergencial 2021, é possível sacar diretamente o dinheiro nos últimos dez dias úteis de cada mês

 Confira ainda: PF deflagra operação que investiga fraudes em registros sindicais do antigo Ministério do Trabalho

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.