Auxílio emergencial: governo publica no DOU como será o pagamento da 4 ª e 5 ª parcela, confira

A publicação foi feita na madrugada desta quarta-feira (1).

2

Foi confirmado o pagamento de mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600. Terão direito pessoas de baixa renda, como desempregados, trabalhadores informais, microempreendedores individuais e autônomos e beneficiários do Bolsa Família durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Na última terça-feira (30), o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou a prorrogação do benefício do governo federal. Para ele, a sugestão é que seja efetuado o pagamento de mais 4 parcelas, porém em dois meses, que somarão R$ 600 por mês, sendo o total de R$ 1,2 mil.

Segundo Guedes, o pagamento será realizado da seguinte maneira:

  • R$ 500 no início do mês;
  • R$ 100 no fim do mês;
  • R$ 300 no início do mês;
  • R$ 300 no fim do mês.

Mesmo com a informação do ministro, o decreto assinado não confirma o pagamento desta maneira, apenas que o governo pagará mais duas parcelas de R$ 600.

Após muita especulação, o anúncio da extensão do auxílio emergencial foi realizado em uma cerimônia no Palácio do Planalto, onde participaram vários políticos, como ministros do governo, presidentes do Senado (Alcolumbre) e Câmara (Maia), além de outros parlamentares.

Senadores elogiaram a postura do governo

Participei da cerimônia no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (30), na qual foi assinado o decreto que oficializa a ampliação do pagamento do auxílio emergencial a trabalhadores informais, desempregados e autônomos afetados pela pandemia, em mais duas parcelas de R$ 600, levando em conta o apelo do parlamento brasileiro que trabalhou pela extensão desse benefício. O Congresso Nacional sempre defendeu o auxílio emergencial, que é necessário e esperado pelos milhares de trabalhadores que tiveram suas rendas afetadas pela pandemia”, escreveu Alcolumbre em suas redes sociais.

Para a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), que se fez presente na cerimônia da extensão do auxílio, a conduta do ministro da Economia, Paulo Guedes, foi a favor do povo.

Já para o senador Elmano Férrer (Podemos-PI), o benefício do auxílio emergencial é “um dos mais importantes que esse Brasil já teve na sua história”. O senador destacou os 64 milhões de trabalhadores que já receberam as primeiras parcelas do socorro financeiro. Ainda lembrou que 23 milhões de pessoas da Região Nordeste conseguiram obter seu auxílio. Só no estado do Piauí, mais de 1,2 milhão de pessoas fizeram o saque em dinheiro, segundo o parlamentar.

Outro senador que comemorou foi Vanderlan Cardoso (PSD-GO), que elogiou Jair Bolsonaro e Paulo Guedes, além do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. “Esse recurso vai garantir comida na mesa de muitas famílias durante a pandemia”, publicou o senador.

Leia também:

Confira os calendários da 3 ª do auxílio emergencial

2 Comentários
  1. […] Auxílio emergencial: governo publica no DOU como será o pagamento da 4 ª e 5 ª parcela, confira… […]

  2. […] para serem apresentados em outubro, logo após o encerramento do auxílio emergencial, que teve sua extensão divulgada nesta terça […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.