Auxílio emergencial 2021 retroativo pode pagar até R$ 3 mil; entenda projeto

Projeto deve ser votado nas próximas semanas para que não caduque

0

Desde que foi aprovado ainda em março desse ano, o auxílio emergencial gerou diversas críticas com relação aos valores das cotas. Isso porque em 2020, o benefício repassou parcelas de R$ 600 e R$ 1.200. Para 2021, a redução foi mais de 50%, visto que a cota paga em maior quantidade é no valor de R$ 150. No entanto, há um projeto que pretende por em prática o auxílio emergencial 2021 retroativo.

O benefício pode chegar a R$ 3 mil caso seja aprovado e é destinado aos brasileiros em situação de vulnerabilidade econômica e social devido à pandemia da Covid-19. No entanto, a proposta mesmo em tramitação na Câmara dos Deputados está sem previsão de apreciação no plenário.

Auxílio emergencial 2021 retroativo pode pagar até R$ 3 mil; entenda projeto
Auxílio emergencial 2021 retroativo pode pagar até R$ 3 mil; entenda projeto – Imagem: Divulgação mareonline

Entenda a proposta do auxílio emergencial 2021 retroativo

O Projeto de Lei 58/21 quer conceder o valor retroativo do auxílio emergencial 2021 de R$ 600 mensais, desde 1º de janeiro deste ano, para brasileiros em situação de vulnerabilidade em razão da pandemia. A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados, mas não há previsão de quando será analisada e consequentemente, aprovada ou negada.

Entretanto, caso fosse aprovado hoje, o PL geraria créditos de até R$ 3 mil aos beneficiários elegíveis, considerando o acumulado de janeiro a maio deste ano e o valor das parcelas de R$ 600.

Tendo isso em vista, o projeto estabelece que o pagamento retroativo deverá ser realizado até 30 de junho, portanto, pode caducar nas próximas semanas. Caducar significa perder a validade. Após passar o prazo determinado para que seja feito todo o procedimento envolvendo o PL, não é possível mais aprová-lo.

Além disso, o PL limita o recebimento do auxílio emergencial a dois membros da mesma família, mas aumenta o atendimento, pois o auxílio está beneficiando, atualmente, somente um dos membros.

De acordo com o PL, o auxílio emergencial 2021 retroativo continuaria substituindo o Bolsa Família no caso dos beneficiários elegíveis e nas situações em que a substituição fosse mais vantajosa; ou seja, o participante sempre tem direito ao benefício de maior valor.

Assim sendo, o projeto só tem até as próximas semanas para ser discutido e analisado, a expectativa é de que a aprovação aconteça, embora o governo não tenha sinalizado para o aumento no valor das cotas.

Veja ainda: Até quando vai o auxílio emergencial 2021? Confira NOVIDADES

Acompanhe as notícias do Brasil123, clique aqui.

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.