Atlético Mineiro tem 88% de chances de ser campeão brasileiro, diz Infobola

Galo melhorou sua condição, apesar do empate fora de casa contra a Chapecoense

0

O Atlético Mineiro aumentou suas chances de ser campeão brasileiro para 88% de acordo com o portal Infobola, site de estatísticas.

Apesar do inesperado empate fora de casa contra a lanterna Chapecoense por 1 a 1, o time mineiro ampliou suas chances ao final da 24ª rodada.

Isso porque o vice-líder Palmeiras perdeu para o América Mineiro e o terceiro colocado Flamengo também empatou por 1 a 1 contra o Red Bull Bragantino, fora de casa.

Atualmente, o time carioca, que tem dois jogos a menos 39 pontos, 11 a menos do que o Galo, tem 9% de chances de ser campeão.

Já o Verdão, embora ainda seja o segundo e com os mesmos 39 pontos, tem apenas 2% de possibilidade de vencer o campeonato, de acordo com o portal de estatísticas.

Em seguida, o Fortaleza, quarto colocado e também com 39 pontos, mas que perde nos critérios de desempates, tem apenas 1% de chances de ficar com o título.

No entanto, o principal objetivo do time agora é brigar por uma vaga na Copa Libertadores da América.

Segundo o Infobola, para o cálculo das chances de classificação são considerados o mando de campo dos jogos e o retrospecto das equipes na competição.

“O sistema de cálculo permite comparar os clubes não apenas pela pontuação ou aproveitamento, mas também pela dificuldade dos jogos de cada equipe, avaliada em função dos adversários e do fator local”, diz o portal.

Rebaixamento

Na parte de baixo da tabela, a Chapecoense segue com 99% de chances de ser rebaixada para a Série B, de acordo com o Infobola.

O vice-lanterna Sport, que vem de duas vitórias seguidas, melhorou um pouco a situação e viu o risco, que chegou a 86%, cair para 65%.

Ainda na zona de rebaixamento, o Bahia tem 55% de chances de cair, contra 44% de chances do Grêmio.

Já o Santos, primeiro time fora da zona de degola, tem 42% de chances de ser rebaixado.

Depois, aparecem o Juventude, com 31%, o São Paulo, com 16%, o Cuiabá com 13%, Ceará com 12%, América Mineiro com 10%, Atlético-GO com 7%, Fluminense com 3% e depois Internacional, Athletico-PR e Bragantino com 1% cada.

Leia também: Peru vence o Chile e ganha sobrevida na disputa por uma vaga na Copa do Mundo

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.