Atlético Mineiro sonha com Jorge Jesus, mas tem outros nomes no ‘radar’ para 2022

Agora, sem o técnico Cuca, que pediu demissão na segunda-feira por questões familiares, o Galo busca um técnico de ponta

0

O Atlético Mineiro sonha com o técnico português Jorge Jesus e até já estaria negociando com ele. No entanto, também tem outras ‘cartas na manga’ para negociar.

Agora, sem o técnico Cuca, que pediu demissão na segunda-feira (27) por questões familiares, o Galo busca um técnico de ponta.

Veja em seguida: Premier League chega a 16 jogos adiados por conta da Covid-19

Atualmente, Jorge Jesus está também desempregado, pois foi demitido do Benfica de Portugal nesta terça-feira (28), após resultados ruins e atritos com os atletas.

Entretanto, o comandante deixou boa impressão no futebol brasileiro em 2019, quando foi campeão brasileiro com o Flamengo, que fez a melhor campanha da história dos pontos corridos.

Além disso, ainda ganhou a Copa Libertadores pelo clube carioca, com histórica virada sobre o River Plate. No Mundial, perdeu o título para o Liverpool da Inglaterra apenas na prorrogação.

Mas, antes de assumir o Flamengo naquele ano, o treinador foi sondado pelo Atlético Mineiro. Jesus chegou a assistir a um jogo do Atlético contra o próprio time carioca, no camarote da Arena Independência, naquele ano.

Porém, ele foi para o rival e, em 2022, quando se esperava que ele fosse para o Flamengo novamente, teve essa mudança de rumo.

Afinal de contas, o Flamengo acertou com outro português, Paulo Sousa, antes da demissão de Jesus, e o comandante ficou livre para o Galo negociar após perder Cuca.

Veja em seguida: Moreirense vence o Estoril e deixa a zona de rebaixamento no Campeonato Português

Plano B

No entanto, se não der certo um acordo com Jorge Jesus, o Atlético Mineiro tem outros dois nomes no radar.

Primeiramente, tem o argentino Eduardo Coudet, que já trabalhou no Internacional em 2020, onde fez bom trabalho. Atualmente, está no Celta de Vigo, da Espanha e tem contrato até 2024. Porém, faz campanha ruim no Campeonato Espanhol.

Outro nome no radar é Odair Hellmann, que trabalhou também no Inter em 2018 e 2019, fez boa campanha e foi vice-campeão da Copa do Brasil. Agora, está no futebol árabe.

Ambos trabalharam com Rodrigo Caetano no Inter. Hoje, o dirigente está no Atlético Mineiro.

Veja em seguida: Rubens Menin quer técnico à ‘altura’ do Atlético Mineiro para o lugar de Cuca

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.