Atlético Mineiro ‘cutuca’ Flamengo e diz que não levará torcida na Copa do Brasil

Diretoria do Galo prega isonomia com as outras equipes na competição nacional

0

O Atlético Mineiro havia conseguido uma liminar no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) para poder receber públicos nos jogos em casa em competições como Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Na Copa Libertadores da América, onde a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) havia liberado para todos os clubes, o Galo chegou a ter 16 mil pessoas no jogo contra o River Plate.

Entretanto, para o jogo contra o Fluminense, nesta quarta-feira (15), pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, a diretoria do Atlético disse que o time não vai receber público.

E alegou que o motivo é o ‘fair play’, já que outros clubes ainda não terão esse direito.

Mas, ao contrário do Atlético, o Flamengo, que também conseguiu a mesma liminar, terá torcida no jogo contra o Grêmio também nesta quarta pela Copa do Brasil e depois no domingo, contra o mesmo adversário, pelo Campeonato Brasileiro.

“O Protocolo da CBF de Recomendações para Retorno do Público aos Estádios estabelece que a presença de público em jogos pela Copa do Brasil será liberada somente se os dois clubes envolvidos no confronto tiverem essa possibilidade. O Atlético seguirá este protocolo”, disse nota do clube mineiro.

Depois, na mesma nota, a diretoria atleticana dá uma ‘cutucada’ no velho rival Flamengo.

“Por fim, o Galo reitera seu respeito ao princípio do “fair play” esportivo, fundamental para a evolução profissional e correta do futebol brasileiro”.

Brasileirão

No entanto, o time mineiro vai abrir mão do ‘fair play’ no Campeonato Brasileiro, que é de pontos corridos, caso o Flamengo também o faça nas próximas rodadas.

“A decisão se baseia no fato de o Flamengo ser concorrente direto do Galo ao título da competição e, portanto, devem gozar das mesmas condições”, afirmou em nota.

Ao longo dos últimos 40 anos, Atlético e Flamengo vêm travando duelos de grande rivalidade.

Além disso, também com muitas polêmicas de arbitragem.

Leia também: Gabriel Medina é tricampeão mundial de surfe em duelo com outro brasileiro

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.