Atlético-GO consegue resultado histórico no Uruguai

Dragão venceu o Nacional-URU por 1 a 0.

0

Em situação extremamente delicada no Brasileirão, a trajetória do Atlético-GO em 2022 é, no mínimo, curiosa. Isso porque, além de estar na zona de rebaixamento, mais especificamente na penúltima colocação do Brasileirão, o Dragão vem de seis derrotas consecutivas no campeonato nacional. Até por isso, Jorginho resolveu poupar parte de seus titulares no jogo de ontem (02).

Quer dizer, apesar da partida ser histórica para o clube, se livrar do rebaixamento é o principal objetivo do Dragão na reta final de ano. Todavia, mesmo escalando uma equipe reserva, o Atlético-GO venceu por 1 a 0 e abriu boa vantagem. Vale lembrar também que o Atlético-GO também encaminhou sua vaga na Copa do Brasil, visto que venceu o Corinthians por 2 a 0 na partida de ida.

Isto é, apesar do mau momento do time, o elenco vai se provando cada vez mais copeiro. Na noite de ontem (02), mesmo com o Estádio Parque Central lotado para acompanhar a reestreia de Luis Suárez pelo Nacional-URU, Luiz Fernando fez o único gol da partida e decretou o resultado final. Luisito entrou só aos 28 minutos do segundo tempo, mas não conseguiu mudar a história do jogo.

Atlético-GO
Atlético-GO vai se escrevendo bonita história na Sul-Americana. Foto: Staff Images / Conmebol.

Atlético-GO faz jogo seguro em Montevidéu

Falando um pouco mais sobre o que foi a partida, o Atlético-GO entrou com uma postura um pouco mais defensiva. Todavia, o fato do Nacional-URU ter mais a posse de bola no primeiro tempo não significou muita coisa. Posto isso, a primeira boa chance do time da casa veio aos 16 da etapa inicial, quando o goleiro Ronaldo precisou fazer uma defesa dupla e acabou machucando o ombro.

Mesmo com a entrada do goleiro reserva Renan, o Atlético-GO rapidamente encontrou seu gol. Léo Pereira – que já havia feito um golaço contra o Corinthians – fez boa jogada e cruzou para Luiz Fernando. Em cabeçada precisa, a bola só parou no fundo das redes.

Já no segundo tempo, o Atlético-GO diminuiu ainda menos sua posse de bola. A equipe comandada por Jorginho terminou o jogo somente com 30% do tempo com a bola. Por fim, Luis Suárez quase deu uma assistência no segundo tempo. Ele cruzou na medida para Ramírez, que acertou a trave já aos 44 minutos. No fim, vitória do Dragão e tristeza para a equipe da casa.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.