Aprovada a MP da Eletrobras; oposição diz que vai à Justiça

A medida foi publicada no Diário Oficial da União

0

A Medida Provisória 1021/21, cujo relator é o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), permite a desestatização da Eletrobras e autoriza a União a abrir mão do controle acionário da empresa com a venda de novas ações no mercado.

Ele defende que a proposta vai recuperar a capacidade de investimento da Eletrobras no momento da maior crise hídrica da história: “Infelizmente, ou felizmente, hoje só não tem apagão porque o Brasil na última década não cresceu. Mas, com a previsão de crescimento do PIB de 4%, precisamos recuperar a capacidade empresa geradora de energia”.

O deputado ainda afirma que todas as intervenções dos deputados e senadores no texto foram para melhorar a proposta. Foram incluídos, por exemplo, incentivos fiscais e a contratação de termelétricas.

Segundo a Agência Câmara de Notícias, o líder da oposição, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), afirmou que vai à Justiça contra a sanção do texto. Já o líder do PT, deputado Bohn Gass (PT-RS) declarou: “Quando estamos com uma crise energética com essa, a Casa entrega a preço irrisório a Eletrobras jogando o aumento da conta para a população brasileira e se desfazendo da sua maior empresa de energia”.

Leia ainda: Projeto permite atualização de bens no imposto de renda; veja os detalhes

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.