Após novo programa, Cuiabá tem policiais “adoecendo por excesso de trabalho”

Polícia Civil do Mato inaugurou uma nova delegacia em Cuiabá. Mas o resultado foi o trabalho exaustivo para os policiais

0

A Polícia Civil do Mato Grosso inaugurou uma nova delegacia no início do último mês de setembro. Essa delegacia fica em Cuiabá e serve como uma espécie de Plantão de Flagrantes. Ou seja, como o próprio nome já diz ela precisa de uma atenção especial dos policiais.

Mas desde que o programa passou a existir os policiais civis do estado estão reclamando das jornadas excessivas de trabalho. Pelo menos é isso o que diz o Sindicato dos Investigadores de Polícia de Mato Grosso.

É que muitos policiais estão indo para essa nova delegacia para cobrir todo o trabalho por lá. Enquanto isso, todo o trabalho das delegacias antigas está ficando para um número maior de policiais no trabalho.

Há casos, ainda de acordo com o sindicato, em que apenas um policial precisa cuidar de todas as tarefas do local. Inclua aí o serviço investigativo, cumprir busca e apreensão, realizar prisão, realizar a retirada de pertences e conduzir pessoas para exame de corpo de delito.

Ou seja, não é pouca coisa para pouca gente fazer. Vale lembrar que os policiais civis obedecem regras trabalhistas diferentes das que vemos para quem trabalham em outros empregos. Mas o sindicato afirma que a situação é ruim de qualquer maneira.

Policiais adoecendo

O Sindicato, no entanto, não deu dados de quantos policiais poderiam ter adoecido dentro dessa lógica. Seja como for, eles falam que o impacto é grande. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do estado afirma que não pode fazer muita coisa para mudar essa situação.

É que, de acordo com a Secretaria, existe um Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus. Esse programa impediria a contratação de pessoas salvo em raras situações. O Sindicato critica esse argumento.

De acordo com a organização, faltaria vontade por parte do estado. O fato é que essa discussão vai longe.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.