Após entrevista com Antonia Fontenelle, Pétala Barreiros vai à polícia e é maltratada

A influenciadora de 21 anos postou toda sua saga de dor para os fãs

2

Pétala Barreiros está enfrentando um atribulado fim de ano, após expor as supostas agressões e estupro que sofreu do empresário Marcos Araújo.

Lívia Andrade diz que Pétala Barreiros a acusou para ter “mais visibilidade”

Tanto que a jovem de 21 anos, que é mãe de Lorenzo de 6 anos e Lucas de um mês, resolveu abrir o jogo sobre sua história em entrevista para Antonia Fontenelle.

Durante a live na noite de quarta-feira, dia 30, Pétala revelou exatamente como conheceu o empresário e criador da Villa Mix em Goiânia.

Tudo começou quando ela postou uma foto com o cantor Israel Novaes após frequentar o Villa Mix com a prima Gabriela, de 26 anos de idade.

Marcos teria saído ao fundo da foto e sua empresária entrou com contato com Pétala, nas redes sociais, para tirar a publicação.

Logo, um amigo de Marcos conseguiu seu número e a convidou para um evento e assim Marcos começou a dar em cima dela:

Aí a gente foi se conhecendo. Ele sempre me chamava para churrasco na casa dele, a gente ia. Até que um mês depois ele começou a deixar entender que queria algo de mim. Eu achava estranho porque eu achava que ele queria ficar com a minha prima. Nunca tinha tido nenhum namorado, eu era virgem.

A jovem conta que apenas decidiu se separar de Marcos pois foi agredida por ele enquanto estava grávida.

Ela reitera que Marcos não paga a pensão do filho mais novo, mesmo com comprovação de DNA.

Pétala ainda afirma que recebeu apoio de Alok, sua esposa Romana Novais e Sara, esposa do sertanejo Cauan. Veja, abaixo!

Pétala recebe ameaças e é maltratada na polícia

Depois de abrir o jogo sobre sua vida com Marcos, inclusive as ameaças que sofria do ex, Pétala foi à polícia nesta quinta-feira, dia 31, fazer um B.O.

Infelizmente, ela foi extremamente maltratada na polícia e gravou um stories chorando e pedindo ajuda aos seus seguidores.

Isso porque ninguém na delegacia queria ouvir sua história e registrar o seu pedido de boletim de ocorrência:

Hoje eu entendo por que as mulheres não denunciam. Porque elas não procuram ajuda. Nunca passei por algo assim na minha vida. Eu estou desesperada, preciso de ajuda. Achei que na delegacia eu estaria acolhida, mas não foi assim. Por favor me ajudem, eu preciso de ajuda.

Na sequência, ela exibiu as ameaças que está recebendo nas redes sociais. Veja, abaixo!

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.