Alessandra Veiga e amigo confirmam agressão sofrida por Tom Veiga: “Uma surra”

O intérprete de Louro José teria sofrido agressões da ex, Cybelle Hermínio

2

Alessandra Veiga, segunda esposa de Tom Veiga e com quem ele ensaiava uma reconciliação antes de morrer, se pronunciou sobre os rumores de que o ator teria sofrido agressões da ex, Cybelle Hermínio. A informação foi cedida para o jornalista Léo Dias na última terça-feira (6).

Gabi Brandt tem início de trombose após quadro grave de pielonefrite

De acordo com Alessandra, Tom havia lhe confidenciado sobre os abusos em conversas e áudios e estava muito triste com toda a situação:

Sei sobre essa agressão. O Tom me mandou fotos e me mandou áudios contando sobre isso. Para mim não importa a decisão da Justiça, sabe. Ele confiou a mim a verdade dele e ao advogado dele, apenas. A minha verdade é ser a voz dele agora. Independentemente do que aconteça e seja decidido. Estava engasgada com essa história.

A empresária diz que Tom teve que “passar por cima de muita coisa” para admitir que cometeu um erro ao se casar com Cybelle Hermínio e garante que obterá Justiça para o ex: “Com toda certeza, serei a voz dele e não irei ficar com isso guardado apenas para mim.”

Amigo também confirma as agressões

Em setembro de 2020, Tom Veiga também confidenciou as agressões feitas pela então esposa, Cybelle Hermínio, para um amigo chamado Gabriel Villareal. Por Whatsapp, ele revelou que teria tomado uma surra da esposa:

Gabriel, tenho uma coisa muito desagradável para te contar. Na sexta, eu levei uma surra da minha mulher. Depois de uma hora apanhando e ela dizendo para eu reagir, que eu era um cuzão, eu consegui sair.

Tom relata que apenas conseguiu fugir após encontrar o controle da garagem e taxou a situação de “surreal”. O ator descartou uma reconciliação e diz que ficou chocado com as atitudes de Cybelle, que queria acusá-lo de bater em mulher: “O mais louco foi que ela batia e me falava que era para eu reagir, que ela ia dizer que eu batia em mulher.”

Entenda a situação

A família de Tom Veiga e Cybelle Hermínio, a última esposa e viúva oficial, entraram na Justiça para brigarem pela herança do ator. De acordo com o site Extra, antes de morrer, o comediante fez um testamento no qual deixou 50% que tinha no nome da ex-esposa Cybelle, e o restante para seus quatro filhos.

Em áudio obtido pelo site Extra, Tom pediu no dia 29 de outubro que o colega o acompanhe no cartório para desfazer o testamento e retirar o nome da ex-esposa, Cybelle, do documento. Sem medir as palavras, Tom pede: “Pode ir lá comigo para cancelar essa bosta?”. O ator faleceu no dia 1 de novembro do ano passado.

Na última terça-feira (6) rumores apontaram que a família pediria exumação do corpo de Tom, com a suspeita de que ele seria envenenado. Isso porque ele e Cybelle Hermínio estavam em pé de guerra, tanto que a ex teria agredido Tom em uma briga no dia 4 de setembro de 2020.

Assustado, o ator instalou câmeras de segurança, proibiu a entrada de Cybelle em seu apartamento e passou a morrer de medo de ficar sozinho. A família pede que Amanda, filha mais velha de Tom, seja a inventariante do testamento, enquanto Cybelle luta para se reconhecida no testamento.

 

Veja também: Joss Whedon teria ameaçado Gal Gadot no set de Liga da Justiça

 

 

Leia Também:

2 Comentários
  1. […] Alessandra Veiga e amigo confirmam agressão sofrida por Tom Veiga: “Uma surra” […]

  2. […] Veja também: Alessandra Veiga e amigo confirmam agressão sofrida por Tom Veiga: “Uma surra” […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.