Além de mais contagiosa, variante inglesa é mais mortal, alerta premiê britânico

1

A variante inglesa do coronavírus pode ser mais mortal do que a original. O alerta desta sexta-feira (22) é do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, que ressaltou que ambas as vacinas usadas no país são eficazes contra a mutação mais agressiva do vírus.

“Fomos informados hoje que além de se espalhar mais rapidamente, agora também parece que há algumas evidências de que a nova variante pode estar associada a um maior grau de mortalidade”, afirmou Johnson.

Ele ainda disse que o impacto da variante inglesa é responsável por colocar o serviço de saúde sob “forte pressão”. Atualmente, a maioria dos casos de Covid-19 na Inglaterra e Irlanda do Norte são da nova variante.

Já era amplamente aceito que a variante inglesa, encontrada pela primeira vez em Kent, no sudoeste da Inglaterra, era 70% mais transmissível do que a original. Porém, os números sobre a taxa de mortalidade não estavam disponíveis até agora.

Os cientistas estimam que a variante B117 pode ser cerca de 30% mais letal, embora outros especialistas alertam que essa conclusão “ainda não é forte”.

Variante inglesa e lockdown no Reino Unido

Em dezembro, os casos de infecções da variante inglesa dispararam no país. Por isso, o primeiro-ministro britânico impôs um terceiro lockdown nacional em janeiro, sem uma data real para o fim. Na verdade, Johnson sugeriu esta semana que o bloqueio poderia continuar até o verão, ou seja, no fim do primeiro semestre.

As novas restrições surgem enquanto os britânicos continuam a olhar horrorizados para o número recorde de casos e mortes sendo relatadas dia após dia. Quase 2 mil pessoas morreram nas 24 horas até a noite de quarta-feira (20).

Leia também: Reino Unido registra recorde diário de mortes por Covid-19 pelo segundo dia consecutivo; maioria dos casos é da variante inglesa

Vários países também tentaram bloquear a disseminação da variante inglesa, embora alguns desses esforços tenham sido em vão. 

Leia Também:

1 comentário
  1. […] governo britânico anunciou que a nova mutação do coronavírus parece mais letal, mais transmissível e mais preocupante do que as outras cepas que se espalham. Neste sentido, as […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.