Alagoas começa cadastro de auxílio de R$100 para gestantes

De acordo com informações do próprio Governo do estado, ideia do auxílio para gestantes é chegar em cerca de 180 mil famílias

0

O estado de Alagoas começou nesta segunda-feira (22) o cadastro para o auxílio emergencial do Governo para gestantes. A ideia é que essas mulheres recebam o cartão do Programa Criança Alagoana (CRIA). 

De acordo com informações do Governo do Estado, elas irão receber o auxílio de R$100. Agentes sociais irão orientar essas mulheres a gastarem o dinheiro com alimentos e materiais de limpeza. Mas não há impedimento para que elas gastem com o que quiserem.

O programa deixa claro que as gestantes que estejam na pobreza ou na extrema pobreza podem receber o benefício. Mas não são só elas. De acordo com o Governo, mulheres com filhos de até seis anos de idade também podem pedir o benefício.

As mulheres que tenham filhos com microcefalia podem pedir o benefício desde que seu filho tenha até sete anos de idade. A região Nordeste registrou vários casos de crianças nascendo com microcefalia por causa da incidência do Zika vírus nos últimos anos.

O Governo organizou o cadastro de maneira diferente. Mulheres que tenham iniciais do nome entre A e L podem fazer a inscrição entre os dias 22 e 25 de fevereiro. Já as mulheres que tenham as iniciais entre M e Z poderão fazer o cadastro entre os dias 1 e 4 de março.

Cadastro para gestantes

Para fazer o cadastro, a gestante só precisa levar os seus documentos para uma unidade mais próxima do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). Basicamente, todo município tem uma sede. Em Maceió, por exemplo, existem 16.

Antes de ir, é importante ligar para uma dessas sedes e perguntar questões mais específicas como horário de funcionamento. Além disso, é importante usar a máscara e higienizar as mãos sempre que possível quando for ao local.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.