Adolescente que doaria medula óssea ao pai morreu por engano, diz família

O adolescente, de 16 anos, teria morrido por engano, pois o alvo era, na realidade, o seu irmão mais velho

0

Um caso triste foi registrado na cidade de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná. Por lá, a família de um adolescente, de 16 anos, afirma que o garoto foi morto por engano. Isso porque, segundo os entes queridos da vítima, o alvo dos bandidos seria, na realidade, o irmão dele, que saiu ileso da ocorrência.

Polícia identifica corpo de jovem queimada em Curitiba e pai coloca a culpa nas drogas

Em nota, a Polícia Civil do Paraná informou que o caso aconteceu na noite de quarta-feira (24), enquanto o jovem estava na porta de sua casa. Ainda conforme a entidade, as investigações que visam encontrar os suspeitos pelo crime já começaram e, para que isso seja possível, a corporação está ouvindo testemunhas e colhendo imagens de câmaras de segurança que podem ter gravado a ação criminosa.

O adolescente, de 16 anos, teria morrido por engano, pois o alvo era, na realidade, o seu irmão mais velho. (Foto: reprodução)
O adolescente, de 16 anos, teria morrido por engano, pois o alvo era, na realidade, o seu irmão mais velho. (Foto: reprodução)

Adolescente faria doação ao pai

Além da morte do jovem por engano, outro caso triste e, ao mesmo tempo, surpreendente é que ele estava prestes, segundo a sua mãe, de fazer uma doação para o pai. De acordo com a genitora do adolescente, a doação em questão seria de medula óssea, pois seu pai está passando por um tratamento de leucemia.

Em entrevista ao “Bom dia Curitiba”, da “TV Globo”, a mãe do garoto relatou que acredita que o adolescente foi confundido com o irmão mais velho. Essa desconfiança acontece, de acordo com a mulher, que assim como o adolescente, não teve seu nome revelado, porque o rapaz, de 23 anos, possui passagens pela polícia.

Conforme informaram os familiares à polícia, os suspeitos da morte do adolescente se aproximaram da vítima no final da noite de quarta em um carro preto, atiraram e fugiram em seguida. Até o momento, nenhuma pessoa acusada de ter participado da morte do jovem foi identificada tampouco presa.

Leia também: Agentes da Polícia Civil são presos por suspeita da morte de homem em Franca (SP)

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.