Adolescente desaparece após se afogar no mar no Paraná

O adolescente, que mora em Curitiba (PR), estava em uma área que não é protegida pelos guarda-vidas.

1

Equipes do Corpo de Bombeiros procuram, desde o início da manhã desde domingo (10), um adolescente de 13 anos que está desaparecido depois de se afogar no mar na praia de Pontal do Sul, em Pontal do Paraná, no litoral do estado.

Leia também: Motoristas de app fazem protesto contra violência em São Paulo

Segundo os socorristas do local, o adolescente, que mora em Curitiba (PR), estava em uma área que não é protegida pelos guarda-vidas. Depois de acionada, os profissionais começaram a fazer buscas no local com a ajuda da aeronave do Batalhão de Operações Aéreas (BPMOA).

Além disso, uma moto aquática também está sendo usada nas buscas. De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros do estado, desde o início da operação “verão no litoral”, que começou no dia 19 de dezembro do ano passado, 433 pessoas se afogaram nas praias do litoral paranaense. Deste total, 389 saíram ilesas, 40 foram socorridas e quatro morreram.

Corpo de Bombeiros divulga orientações 

Tradicionalmente, no final e no começo do ano, as movimentações nas praias de todo o Brasil aumentam significativamente. Essa tendência tem sido observada mesmo com a pandemia de Covid-19.

Nessa esteira, a tenente do Corpo de Bombeiros Ana Paula Inácio, que é porta-voz dos bombeiros na Operação Verão no litoral, destaca sobre a importância dos banhistas procurarem uma faixa protegida pelos guarda-vidas para ter um banho de mar seguro.

Bombeiros mar
Equipes do Corpo de Bombeiros procuram, desde o início da manhã desde domingo (10). (Foto: reprodução/Bombeiros)

Essas faixas, de acordo com ela, estão sinalizadas com bandeiras vermelhas com amarelo. “Elas podem ser localizadas tanto chegando na areia, perto da sinalização do posto de guarda-vidas, como também pelo aplicativo do Corpo de Bombeiros, que está disponível gratuitamente nas lojas de celulares”, detalhou a tenente.

Ainda segundo a tenente, o nome do aplicativo é “Corpo de Bombeiros Paraná” e pode ser baixado tanto pelo sistema Android quando pelo IOS. Outra orientação importante destacada pela tenente é que as pessoas não façam ingestão de bebidas alcoólicas antes de entrar no mar.

A localização de áreas que são supervisionadas pelos guarda-vidas pode ser encontrada no aplicativo do Corpo de Bombeiros, que está disponível gratuitamente nas lojas de celulares.
A localização de áreas que são supervisionadas pelos guarda-vidas pode ser encontrada no aplicativo do Corpo de Bombeiros, que está disponível gratuitamente nas lojas de celulares. (Foto: reprodução)

“Quando a pessoa ingere bebida alcoólica, ela tem os reflexos reduzidos. Ou seja, caso aconteça algum incidente na água, o banhista não consegue ter uma reação imediata para conseguir sair da situação e pode se afogar ou até mesmo entrar em óbito”, finalizou.

Leia Também:

1 comentário
  1. Nagib Curi Diz

    Oi meus amigos 👦 Brasileiros quêm não tomou a vacina e têm amor avida fique sem tomar essa terrível vacina da morte Não tome pôr favor se – não vocês com serteza absoluta vão todos morrer não e isso quê vocês querem né. quem já tomou essa vacina tiveram reações muito Fortes e foram todos parar no hospital 🏥 Depois disso falaram morreram…!!!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.