Adaptação escolar pós-pandemia

0

O artigo de hoje é daqueles que deixam o coração dos pais bem apertadinho. Depois que o período da pandemia passar, surgirão questões como: “Coloquei meu filho na escola e agora?” O cenário parece assustador. Deixar o filho sozinho com profissionais desconhecidos é quase como levar um frango para o abate na cabeça dos pais, ainda mais depois de um período longo em casa. “Meu filho tem intolerância a lactose.” “E se ele machucar?” “Ele não costuma socializar muito.” “E se ele tiver alguma dificuldade?” “E se…”

Não parece um bicho de sete cabeças? Uma dúvida vai pegando carona com a outra e o resultado é um turbilhão de pensamentos aflitos. Mas vale evidenciar com propriedade: isso tudo não passa de medo do desconhecido. A verdade é que tudo funciona exatamente ao contrário do que diz Titãs em seu sucesso “Eu não vou me adaptar”. Todo mundo se adapta, afinal. Inclusive seus filhos.

Claro que é preciso seguir alguns passos para que a adaptação escolar ocorra de maneira mais rápida e tranquila, tanto para os pais, quanto para as crianças.

Veja algumas dicas que preparamos para você

1) Nos primeiros dias, a criança fica mais assustada mesmo. É NORMAL. Cada pequeno tem o seu tempo, então, se ele estiver muito nervoso, o ideal é deixá-lo apenas algumas horas na escola neste começo;

2) Deixe que ele leve o seu brinquedo favorito nos primeiros dias. Isso pode ajudar a acalmá-lo;

3) Não faça despedidas longas. Os pais precisam transmitir segurança às crianças e não o contrário. Nada de chorar. Fale em poucas palavras: “Logo volto para te buscar. Te amo!” E dê um beijo;

4) Pergunte a ele como foi o dia e escute-o com atenção. Mostre-se animado (a) com os aprendizados diários e o motive;

5) Seja franco. Explique como funciona a escola e os benefícios de frequentá-la.

Gostou do artigo? Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.