Ações da Coinbase chegam a disparar mais de 70% na estreia na Nasdaq

2

As negociações da Coinbase  e suas ações começaram a pleno vapor durante o lançamento ontem (14). O Bitcoin passou a R$ 363 mil, enquanto o Ether também teve recorde diário de R$ 13,5 mil. Até mesmo o Dogecoin, que estava praticamente esquecido na desvalorização, teve aumento de 49%. 

O preço inicial das ações era de US$ 340, valor que é equivalente a R$ 2284,22. Contudo, ao fim do dia, estaria custando desvalorizada 31,31%, a US$ 328,28.

Na manhã de hoje (15), a empresa abriu sendo capitalizada com US$ 65 bilhões, equivalente a oito vezes mais que o valor que tinha em 2018. 

Previsão de grande crescimento para a Coinbase

De acordo com o The Economist, a empresa acompanha uma projeção de lucro que está entre US$ 730 milhões e US$ 800 milhões. Já no caso da receita, espera-se algo na faixa de R$ 1,8 bilhões. O CEO afirmou em entrevista que espera que a empresa cresça de forma exponencial.

Tanto o PayPal quanto outras empresas como a Visa já passaram a fazer o uso da criptomoeda. As transações em janeiro aumentaram mais de 11%. 

O Bitcoin era usado comumente na contratação de serviços ilegais porque ele não poderia ser rastreado. Por isso, era comum encontrar tantos sites na Deep Web que aceitavam somente ele como forma de pagamento. 

Nós não pensamos em IPO, pelo menos no curto prazo, porque nosso modelo de negócios tem crescido de maneira orgânica e sustentável”, disse o CEO da Binance, Changpeng Zhao, principal concorrente da Coinbase. “Cada empresa tem uma abordagem e um modelo de negócios diferentes”, conclui ele.

Há fontes que argumentam que se a Coinbase passar por grande valorização, pode acontecer dos atuais clientes, que duplicaram ano passado, prefiram o Mercado Bitcoin ou outras alternativas. Em suma, a corretora foi procurada para falar sobre o assunto mas preferiu não abordar sobre o caso. 

Leia mais:

 

Leia Também:

2 Comentários
  1. […] sendo impulsionado pela estreia da Coinbase na bolsa de valores americana. Nesta quarta (14), a corretora de criptoativos estreou no índice tecnológico Nasdaq. Aliás, o The Economist projeta um lucro entre US$ 730 milhões e US$ 800 milhões para a empresa […]

  2. […] na última quarta-feira (14), diversas moedas digitais cresceram vertiginosamente. A saber, a corretora de criptoativos estreou no índice tecnológico Nasdaq na última […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.