Acne solar e agora?

1

O excesso de exposição solar, pode causar, além das manchas, queimaduras e melanoma, a chamada acne solar. ⁣

A princípio, a acne solar aparece no verão pela exposição excessiva ao sol e uso de cremes inadequados para o seu tipo de pele, como hidratantes, filtro solares e bronzeadores.

Neste sentido, ela surge como pápulas (bolinhas vermelhas) e pústulas (bolinhas com pus), principalmente no colo, membros superiores, costas e rosto. Do mesmo modo, as lesões são desencadeadas por conta de predisposição individual, associada ao aumento de sebo e oleosidade.⠀

Como evitar a acne solar

Para evitar, é importante usar produtos que vão ajudar a equilibrar essa oleosidade da pele. Além disso, uma limpeza adequada e, claro, fugir do sol.

Prevenção

O filtro solar é o principal aliado na prevenção deste tipo de acne solar, além de ajudar a proteger o corpo e o rosto dos outros efeitos nocivos da radiação.

Quando for usar o protetor, escolha as opções à base de gel e água, oil free, não comedogênicos, e de toque seco, dessa forma você consegue proteger a pele e, ao mesmo tempo, evitar o excesso de oleosidade, prevenindo a formação de futuras espinhas.⁣

Fatores de risco no verão

O combo sol e mar (ou piscina), apesar de muito prazeroso, também pode intensificar a acne solar. A água salgada ou com cloro contribui para o ressecamento da pele. E aí vem o efeito rebote: o corpo produz mais sebo para se recuperar, aumentando a oleosidade e, consequentemente, as espinhas.

Tratamento da acne solar

O tratamento da acne solar, tanto em consultório como home care visa evitar sequelas, como as manchas pós inflamatórias, diminuir atividade das glândulas sebáceas, diminuir a proliferação de bactérias e consequentemente produzir um efeito anti-inflamatório. ⁣

Procure o seu dermatologista e passe este verão com a pele linda! Veja neste post um pouco sobre acne hormonal.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.